• ...   
  • ...   
 
cód.: 2021235711

Camiseta Extra – Aeros 3D

Produto confeccionado em malha 100% algodão fio 30X1 penteado de altíssima qualidade conferindo maciez e conforto ao vestir. Esta camiseta apresenta acabamentos e detalhes como cadarço no reforço de gola, costura tipo camisaria, etiqueta carimbo na nuca e estampa aplicada no processo silk screen. Um produto diferenciado e uma excelente opção para você apaixonado pela aviação.
Marca:
--
Categoria:
R$ 43,50
Parcele sua compra em 10x R$ 5,36*
TAMANHOS MASCULINOS
Frete e prazo:
 PARCELAMENTO
1x R$ 43,50 sem juros 6x R$8,30*
2x R$23,06* 7x R$7,24*
3x R$15,67* 8x R$6,46*
4x R$11,98* 9x R$5,85*
5x R$9,77* 10x R$5,36*
*com juros de 3,99%
 Informações complementares


EXTRA Aircraft
A empresa Extra foi criada em 1980 como Extra Flugzeugbau na Alemanha por Walter Extra, um piloto acrobata, para projetar e desenvolver sua própria aeronave de acrobacias aéreas. A empresa está localizada em Dinslaken aeródromo em Hünxe, Renânia do Norte-Vestfália, na Alemanha.

Acrobacia Aérea
O invento dessa modalidade esportiva é creditado ao piloto militar russo, Piotr Nesterov, sendo a maioria dos praticantes tambémmilitares, havendo alguns pequenos grupos que realizam acrobacias aéreas apenas por entretenimento ou diversão.
A prática requer do piloto muita experiência e responsabilidade, já que para fazê-lo, é necessário levar em consideração que qualquer erro pode ser fatal tanto para o piloto como para quem esta observando. Em alguns países, o uso de paraquedas em conjunto com sistema de ejeção é obrigatório.

Treinamento
Acrobacias aéreas são ensinadas a pilotos militares como forma de desenvolverem habilidades de voo precisas para uso tático em combates. Acrobacias e formação de voo não são limitadas somente a aeronaves de asas fixas, sendo os helicópteros também muito usados: o Exército Britânico, Marinha Real Britânica, Força Aérea Portuguesa, Força Aérea Espanhola e a Força Aérea da Índia, entre outros, têm equipes de exibição que utilizam helicópteros.

Toda manobra acrobática aérea requer treinamento e prática para evitar acidentes. Tais acidentes são raros mas podem resultar em fatalidades, nos Estados Unidos, por exemplo, as regras de segurança são tão rígidas que não há mortes de espectadores em shows aéreos desde a década de 1950.

Acrobacias rasantes exigem muito conhecimento e prática, por isso pilotos de shows aéreos precisam comprovar suas habilidades antes de poderem realizar apresentações abaixo de uma determinada altitude.

No Brasil
O início da acrobacia aérea no Brasil se deu ainda na década de 1920, predominantemente praticada por pilotos militares. Em 1952 foi fundada a Esquadrilha da Fumaça, no Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro, e nos anos seguintes destacou-se o acrobata aéreo Alberto Bertelli, mais especificamente no Aeroclube de São Carlos e depois no Aeroclube de Rio Claro.

Atualmente existem no país o Comitê Brasileiro de Acrobacia e Competições Aéreas (CBA), que tem organizado treinamentos e competições, e a ACRO Brasil, cujo principal objetivo tem sido a instrução de pilotos.
A atividade é regulada pela ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil.

 Comentarios

  Seja o primeiro a comentar!

 Produtos relacionados

 Receba Novidades